sábado, 4 de setembro de 2010

Fogueira Santa

Posted by Força Jovem Maranguape On 05:40 No comments

Os Valentes de Deus



Vencer os amalequitas, midianitas, como também os povos do Oriente, era algo impossível. O número dos inimigos era incontável, como areia que há no mar. Por isso, Deus escolheu Gideão, que era revoltado. Os revoltados são valentes destemidos e, com Deus, eles se tornam poderosos em guerra.


O revoltado tem o poder de vencer o mal que vem prevalecendo, por mais poderoso que ele se julga ser. A sua arma é a sua FÉ, MANIFESTADA ATRAVÉS DO SACRIFÍCIO. Descendo do altar, após o sacrifício feito, ele se torna forte. O sacrifício é a união da força do revoltado com o poder de Deus. Na realidade, o sacrifício dele é o sinal da sua parceria com Deus.

O sinal da revolta e da parceria de Gideão com Deus foi o segundo boi. Pois, é tudo ou nada – o que não pode é o inimigo prevalecer. O revoltado se conhece no campo de batalha; a sua visão é vencer a guerra.

A visão do acomodado é uma melhora. Por isso, ele acaba perdendo tudo. Nenhum acomodado sequer vence uma batalha, quanto mais uma guerra.

Deus está convocando os valentes para a guerra!

Bispo Romualdo Panceiro

Sobre essa postagem:

0 comentários:

Postar um comentário

Seja também um Seguidor! Faça Parte!

  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube