segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Oi pessoal, fiquei dois dias sem postar aqui no “Cristão”, peguei uma gripe que conseguiu fazer o que o diabo não consegue, que é me derrubar, fiquei dois dias de cama, e só agora melhorei, ta amarrado isso eu hein…


Hoje iremos escrever sobre o sexto sinal que caracteriza a frieza espiritual: o primeiro sinal é o desinteresse em ler a bíblia, o segundo desinteresse em orar, o terceiro é contendas na igreja, o quarto é obras mortas, o quinto sobre o abandono das responsabilidades na igreja.


O sexto sinal que caracteriza na frieza espiritual, é o egoísmo, quando o único objetivo do cristão é espalhar, derrubar e contaminar o próximo. É muito comum esse fato ocorrer com cristão mais antigos em suas congregações, cristãos gelados espiritualmente, cristãos que perderam o seu primeiro amor, cristãos que perderam a sua comunhão com Deus e a sua espiritualidade, cristãos que perderam a sua conexão com Deus, e a sua sensibilidade espiritual.


Esse tipo de cristão é um moribundo espiritual, tem nome de que vive, mas está morto, tem um cargo na igreja, pode ser um jovem, evangelista, membro ou obreiro, mas está vazio de Deus e cheio de si, cheio de autoconfiança, cheio de carnalidade, cheio de convicções mundanas, cheio de maus olhos e pensamentos ruins, sobre o próximo, sobre a igreja e sobre o pastor ou bispo.


Este tipo de cristão é muito perigoso, pois são cristão caídos, prostados espirituais, que não se conformam com o sucesso espiritual do próximo, que invejam quem se sobressai na igreja, que se incomoda com os abençoados, com os espirituais, são os famosos cabritos, que invejam as ovelhas.


Cabritos são rebeldes, arredios, agressivos e insubordinados, a ovelha é exatamente ao contrário, é dócil, fiel, mansa, obediente e ouve a voz do seu Pastor, que é o Senhor Jesus, a ovelha recebe as bênçãos de seu Pastor, o bode não, o bode fica a ver navios na igreja, o tempo vai passando a sua vida continua na mesma, e aplaudindo a vitória de novos convertidos que chegaram muito tempo depois deles, criando-se uma revolta, insatisfação e inveja.


O cristão cabrito, é como aquele jogador de futebol que já foi expulso de campo pelo juiz, mas…ele não quer ir sozinho mais cedo para o chuveiro, ele quer levar alguém do time adversário consigo, então esse jogador expulso, fica provocando, xingando, fazendo de tudo para que o outro jogador do time adversário entre na provocação revide com uma agressão e seja expulso também, assim é o cristão bode, está caído, perdeu a sua conexão com Deus, mas não quer ir sozinho para o inferno, não quer ir sozinho para a prostração espiritual que é a sua vida, quer levar outros consigo.

Por isso é comum ver cristãos bodes na igreja sentando-se ao lado das ovelhas tentando semear palavras de dúvidas e de derrotas, tentando semear a malicia e os maus olhos no coração das ovelhas sinceras, tentando derrubar espiritualmente os cristão sinceros, para que os mesmos sigam para o mesmo caminho de declínio espiritual do cristão bode, é como uma laranja podre, que contamina e apodrece as outras laranjas, se você colocar uma laranja podre em uma caixa com mil laranjas saudáveis e boas, as laranjas saudáveis não irão purificar a laranja podre, pelo contrário, a laranja podre, irá contaminar e apodrecer todas as mil laranjas saudáveis da caixa.


Meus queridos, cuidado com o cristão bode, cuidado, com as laranjas podres, que tem nome de que vive mas está morto, se afaste destas pessoas, porque do contrário, este tipo de cristão te levará para a fraqueza espiritual.


Certa vez um empresário recém chegado na Igreja Universal, com toda a sua sinceridade, ainda no primeiro amor, subiu ao altar para dar o seu testemunho, ele disse que chegou a igreja falido, e que a sua empresa estava prosperando, estava crescendo, e que em poucos meses de igreja, nunca tinha vendido tanto, nunca tinha crescido tanto profissionalmente comparando aos outros anos, era fracasso, em cima de fracasso, ele disse em cima do altar, que obedecia tudo que o homem de Deus falava no altar, dava os seus dízimos e as suas ofertas, com prazer, com alegria, e tinha um retorno sobrenatural em suas finanças.


Ouvindo isso, um cristão bode, uma laranja podre, que há anos estava na igreja com a sua vida derrotada, porque cristão bode é assim, não tem forças e capacidades para vencer, mas quer impedir que os outros vençam, esse membro, que também era empresário, após o outro descer do altar feliz da vida por ter contado o seu testemunho, o mesmo chegou e disse: “meu amigo, é bobagem você devolver o dizimo da sua empresa, é bobagem você trazer ofertas, eu mesmo tenho a minha empresa, trago o que posso, e sobra mais dinheiro para mim, imagine se você não devolvesse o dizimo e a oferta, imagine só, você teria muito mais, do que tem hoje.”…pronto…o diabo já lançou a sua palavra, ao invés de amarrar o diabo, aquele cristão que outrora era ovelha e obediente a Palavra de Deus, deixou a palavra sutil cristão bode entrar em seu coração.


Resultado: aquele empresário deixou de dar o dizimo, deixou de ofertar, e a sua empresa voltou a despencar, caiu outra vez no vermelho beirando a falência, pronto…o cristão bode, a laranja podre que está infiltrada nas igrejas a serviço do diabo, conseguiu o seu objetivo, que é derrubar o próximo, por pura inveja.Você é cristão bode? Você é uma laranja podre? Então saiba que você está com o sexto sinal que caracteriza a frieza espiritual, se arrependa, apesar de cristãos bodes serem instrumentos do diabo dentro da igreja, (porque o diabo não quer estes tipos de cristãos fora, mas sim dentro da igreja), saiba que, você pode se transformar num vaso e num instrumento de benção nas mãos do Senhor Jesus, caso você não queira se arrepender, você já sabe qual será o seu destino, isso porque você sabe que os cabritos serão separados das ovelhas pelo próprio Senhor Jesus, o joio será separado do trigo, e todas as almas que você derrubou sendo pedra de tropeço, será cobrado de você por Deus, e pelo diabo.


Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha. (Lucas 11:23)


[Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros. (Filipenses 2:4)


Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo. (Gálatas 6:2)]
Sobre essa postagem:

0 comentários:

Postar um comentário

Seja também um Seguidor! Faça Parte!

  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube