sábado, 11 de junho de 2011

Ex-Lésbica? Sim, Existe também!Veja um Forte Testemunho!

Posted by Força Jovem Maranguape On 12:55 No comments



Oi obreiro.
Eu estava lendo o testemunho do Lucas e decidi mandar o meu pro senhor, porque ex-Lésbica existe também. Rsrs
O meu testemunho é bem parecido com o do Lucas. Sou da IURD desde os meus sete anos também, mas eu era membro só de corpo. Ia porque meus pais me obrigavam. Eu chegava a fingir que estava dormindo ou com alguma dor no domingo de manhã… E fui levando assim até os meus 18 anos.
Meus pais são separados desde que nasci, e eu sempre morei com meu pai. Quando completei 18 anos me mudei pra casa da minha mãe, pois eu queria “liberdade”.

Na casa da minha mãe, ela não me prendia pra nada, e eu não a culpo. Ela tinha medo que eu fosse embora.
Foi assim que eu conheci um primo meu que é gay. Ele me convidou pra ir numa baladinha GLS, e eu querendo curtir e conhecer pessoas novas aceitei. Foi ai que comecei a acabar com a minha vida não só no homossexualismo, mas também na bebida. Nessa noite me acabei na tequila, e tive coragem pra fazer coisas absurdas. Conheci uma mulher e fui pra casa dela… E aquela só foi a primeira de um ano nessa vida, com relacionamentos sérios e curtição.

Mas numa tarde voltando do trabalho, do nada, dentro de mim bateu uma vontade imensa de ir à igreja. Eu não entendia o que tinha acontecido, o porquê daquela vontade assim do nada. Mas eu sentia de todas as maneiras que eu precisava ir. Então eu fui.

Chegando na porta da igreja eu não consegui entrar, fiquei dura, queria fugir e voltei correndo pra casa.

Mas a vontade ainda não tinha passado.

Então, numa oportunidade que tive chamei uma obreira no MSN, e com muita dificuldade contei pra ela o que tinha acontecido comigo e que eu estava até namorando uma menina na época. Graças a Deus, aquela obreira foi muito usada e me convidou pra ir no domingo de manhã. Até ficou me esperando na porta, pra não ter como eu fugir.
Aquele domingo pra mim é inesquecível!

Estava tendo um voto da ATITUDE. Nossa, eu me lembro como se fosse hoje e já se passou um ano… Eu vi naquele voto a minha oportunidade. Peguei o envelope e tinha um pãozinho pra ser despedaçado naquilo que você queria.
Não via a hora de chegar em casa. Eu tinha deixado a minha companheira na época em casa dormindo. Então, despedacei o pãozinho na porta de casa, entrei e falei tudo pra ela. Depois de muito choro ela aceitou e foi embora.

Na mesma semana eu entrei na FJ, me batizei nas águas e 5 meses depois recebi o Espírito Santo. Hoje, graças a Deus, sou uma nova pessoa! Não consigo me ver de novo nessa vida, coisa que eu não me achava capaz de deixar. Sou candidata a obreira =D…

Quero ser muito usada por Deus assim como aquela obreira foi usada para me ajudar.

E descobri o porquê daquela vontade, assim do nada, de voltar pra igreja: A minha “boadrasta”, rsrs… tinha feito uma Fogueira Santa por mim.
É claro que aqui foi um grande resumo de muita guerra, mas com a certeza da vitória.
Na Fé.

Jéssica Alves
Sobre essa postagem:

0 comentários:

Postar um comentário

Seja também um Seguidor! Faça Parte!

  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube