segunda-feira, 21 de março de 2011




Antes de prosseguir no estudo, quero pedir desculpas aos leitores pela grande demora em escrever a continuidade do mesmo, muitos leitores cobraram o Alexandre pela continuação do estudos, onde muitos estão levando os estudos para seus respectivos grupos na igreja, mais uma vez, me perdoem pela demora na continuidade desse estudo.

Hoje iremos escrever sobre o décimo sinal que caracteriza a frieza espiritual do Cristão, que é a negligência espiritual. Antes de prosseguirmos sobre o assunto, e para entendermos melhor sobre os sinais que caracterizam a frieza espiritual, frieza espiritual é tudo que é oposto das ações que levam a comunhão com Deus, já estamos no décimo estudo, e todos os estudos foram temáticos apresentando sinais que caracterizam a frieza espiritual, mas quando a pessoa deixa de andar em um caminho espiritual, ela deixa de praticar obras que levam a um sucesso espiritual e instantaneamente ele começa a praticar os sinais que levam para a fraqueza espiritual originando a sua queda.


Muitos são os cristãos negligentes, que priorizam tudo em suas vidas, menos a sua vida espiritual, a nossa espiritualidade ou comunhão com Deus é uma vida que possuímos paralela ao mundo físico, porem é um mundo espiritual, invisível, mas de fundamental importância, pois é o nosso espírito que é eterno, a nossa vida física, como o nosso corpo por exemplo, não é eterno, ele teve inicio, e um dia terá fim, porém o nosso espírito é eterno, após a morte física o nosso espírito continuara vivendo para o resto dos tempos, mas ele terá um destino, e o destino da nossa alma após a morte é definido agora..quando estamos em vida, se tivermos comunhão com Deus..a nossa alma será salva, caso contrário, se rejeitarmos o Senhor Jesus bem como o seu sacrifício, teremos o mesmo destino da morte, do diabo, dos demônios e do inferno…que é o lago de enxofre e de fogo, a segunda morte.


As pessoas se preparam para tudo nessa vida, se preparam para o vestibular, para casar, para viajar, para morar, para a faculdade, para a sua vida profissional, para o seu namoro, enfim…as pessoas se preparam para tudo…menos para a morte, ninguém se prepara para morrer, se as pessoas tivessem essa consciência espiritual, investiriam todas as suas forças, o seu tempo na sua vida espiritual, na sua salvação..pois a vida…a vida é muito curta, se olharmos para ontem..éramos crianças, onde éramos cuidados pelos nossos pais…e se olharmos para o amanhã..já seremos idosos, ou seja…a vida é como um relâmpago, que passa num piscar de olhos, e as pessoas infelizmente, investem todas as suas forças em uma vida breve, que passa, que acaba, e deixam em segundo plano a eternidade da sua alma.


Quando se trata de cristãos, esse assunto fica ainda mais doloroso, com o passar dos anos muitos cristãos que outrora no seu primeiro amor tinha uma visão estritamente espiritual de tudo, agora se tornam cristãos naturais, embriagados pelo vinho deste mundo, cristãos que outrora qualquer dor que sentiam em seu corpo jejuavam e oravam com toda a sua fé para a sua cura pessoal, agora, visita muitos médicos e toma muitos medicamentos a fim de passar a sua dor, não estou escrevendo aqui para desprezar a medicina, mas estou dando um exemplo de que muitos cristãos que outrora viviam pela fé, hoje não passam de mortos espirituais dentro das igrejas sujeitos a autoridade do diabo em suas vidas, porque se tornou natural, desprezando a sua fé, desprezando a sua comunhão com Deus.


Muitos cristãos hoje desejam tudo com muito afinco, com muita sede, com a desculpa de que o nome do Senhor Jesus será glorificado, muitos querem carros importados, muitos querem uma casa com piscina, muitos querem ter uma empresa multinacional e muitos querem ter uma conta bancária milionária, e buscam com muito afinco esses objetivos…porém…são poucos os cristãos que desejam fazer um propósito de jejuns para serem cheios do Espírito Santo, são poucos os querem estudar a bíblia para conhecerem mais dos propósitos de Deus para a s suas vidas, enfim..os cristãos querem o material, os cristãos querem é o dinheiro, querem a glória, mas poucos são aqueles que querem e buscam com sede uma comunhão diária com Deus.


A maioria se preocupa com o agora com o hoje, muitos querem agora…muitos querem ser glorificados, querem a fama, querem poder…mas poucos querem servir, querem seguir e ouvir e se relacionar com o Senhor Jesus. Muitos querem morar nas melhores mansões hoje em um condomínio fechado e serem glorificados pelos seus amigos e pelos seus inimigos, outros porem, seguem o Senhor Jesus visando a nova morada prometida e preparada pelo Senhor Jesus na nova Jerusalém, na cidade santa formada por pedras preciosas em ruas de ouro onde o Sol será o próprio Deus, que reinará nessa cidade com os seus eleitos e escolhidos por toda a eternidade…hoje quem aparentemente perde..ganha…quem aparentemente ganha perde….pois eu prefiro morar na cidade de ouro por toda a eternidade do que morar em uma mansão durante 30 ou 40 anos.


Muitos tem o melhor colchão e a melhor cama que o dinheiro pode proporcionar, porem o dinheiro dessas pessoas não proporciona o sono tranqüilo, onde muitos tem a depressão e sofrem de insônia, muitos tem uma mansão maravilhosa, a melhor casa que o dinheiro pode proporcionar, porem estes não tem um lar, pois a família é destruída, muitos tem todo o dinheiro do mundo, mas sentem um vazio imenso em suas almas, onde muitos cometem o suicídio por não agüentarem mais tanta dor, muitos tem todas as mulheres que quiserem devido ao dinheiro, mas não tem uma esposa, muitos tem muitos amigos, mas se sentem sozinhos e solitários.


Será que vale a pena investir todas as suas forças e recursos nesse mundo? Será que a glória desse mundo é suficiente para lhe fazer feliz? Não estou aqui fazendo apologia a teologia da miséria, porém, desprezar as bênçãos e as virtudes espirituais por causa das coisas materiais vale a pena? Por quanto tempo vale a pena? Quantas não são as pessoas que abandonam a igreja porque não conseguiram ficar ricas nas correntes da prosperidade? Quantas não são as pessoas que abandonam a igreja porque não conseguiram casar na Terapia do Amor? Quantas não são as pessoas que abandoam a igreja porque não conseguiram tirar das drogas os seus filhos ou maridos na terapia da família? Ou quantos não abandonam a igreja e o Senhor Jesus respectivamente por não conquistarem AINDA seus objetivos materiais e pessoais?


Vou deixar um versículo bíblico que é o segredo do sucesso espiritual e material:


Mas, buscai PRIME IRO o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. (Mateus 6:33)

Sobre essa postagem:

0 comentários:

Postar um comentário

Seja também um Seguidor! Faça Parte!

  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube