sexta-feira, 25 de março de 2011



A nova abertura do humorístico da Band Custe o Que Custar (CQC) teria símbolos da maçonaria e mensagens subliminares escondidas na edição do vídeo, chamando mais atenção para a polêmica do que para a estreia do novo design gráfico.


Segundo o site Os Paparazzi e o fórum Anti Nova Ordem Mundial seria possível notar durante a abertura o “Olho que Tudo Vê”, um dos principais símbolos maçônicos representado por uma pirâmide e um olho, significando a onipresença de Deus. No programa do dia 14 de Março também são encontrados diversas imagens durante a edição.


Para os sites de catástrofes e teorias da conspiração, o vídeo tem muito mais mensagens subliminares e diretas sendo exibidas ao público, como um delta luminoso, um cenário em forma de templo, colunas e um Pavimento de Mosaico. A discussão é grande e muitas supostas mensagens ainda não teriam sido reparadas e codificadas pelos entusiastas e estudiosos no assunto, mas teriam sido encontrados também símbolos da maçonaria durante os cortes das edições do programa.


Outro lado



A Band confirmou a existência de tais símbolos na abertura do CQC, mas afirmou ser apenas uma brincadeira. “As vinhetas e abertura do programa são inspiradas no trabalho de um diretor de vídeo clipes! É tudo uma questão de estética. Garanto a vocês que nenhuma pessoa da equipe de criação da produtora, aqui e na Argentina tem a ver com a Maçonaria ou os Iluminatis”. Segundo Marcos de Assis, da equipe do humorístico, a maioria dos que trabalham no programa não possuem religião.


Abertura do CQC tem mensagens subliminares e imagens da maçonaria?



Versão editada mostrando algumas das polêmicas


Nos cortes das edições do programa







Sobre essa postagem:

0 comentários:

Postar um comentário

Seja também um Seguidor! Faça Parte!

  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube